domingo, 24 de janeiro de 2010

CRACHÁS, NOMES PRÓPRIOS

O TRABALHO COM NOMES PRÓPRIOS

Nomes próprios
Faixa etária: 4 e 5 anos
ConteúdoLinguagem oral, leitura e escrita
Introdução: Por que trabalhar com os nomes próprios? As crianças que estão se alfabetizando podem e devem aprender muitas coisas a partir de um trabalho intencional com os nomes próprios da classe.


Nomes próprios
Objetivos

Estas atividades permitem às crianças as seguintes aprendizagens: - Diferenciar letras e desenhos; - Diferenciar letras e números; - Diferenciar letras, umas das outras; - A quantidade de letras usadas para escrever cada nome; - Função da escrita dos nomes: para marcar trabalhos, identificar materiais, registrar a presença na sala de aula (função de memória da escrita) etc; - Orientação da escrita: da esquerda para a direita; - Que se escreve para resolver alguns problemas práticos; - O nome das letras; - Um amplo repertório de letras (a diversidade e a quantidade de nomes numa mesma sala); - Habilidades grafo-motoras; - Uma fonte de consulta para escrever outras palavras.

O nome próprio tem uma característica: é fixo, sempre igual. Uma vez aprendido, mesmo a criança com hipóteses não alfabéticas sobre a escrita não escreve seu próprio nome segundo suas suposições, mas, sim, respeitando as restrições do modelo apresentado. As atividades com os nomes próprios devem ser seqüenciadas para que possibilitem as aprendizagens mencionadas acima. Uma proposta significativa de alfabetização, aquela que visa formar leitores e escritores, e não mero decifradores do sistema, não pode pensar em atividades para nível 1, nível 2, nível 3...

É preciso considerar: · Os conhecimentos prévios das crianças. · O grau de habilidade no uso do sistema alfabético. · As características concretas do grupo. · As diferenças individuais. Conteúdos Leitura e escrita de nomes próprios Tempo estimado Um mês Materiais necessários - Folhas de papel sulfite com os nomes das crianças da classe impressos - Etiquetas de cartolina de 10cm x 6cm (para os crachás) - Folhas de papel craft, cartolina ou sulfite A3

FONTE: REVISTA NOVA ESCOLA

Um comentário:

  1. Acompanho muito seu blog, que tem me ajudado muito.Adoro vc...

    ResponderExcluir

Deixe aqui o seu comentário!